PUBLICIDADE

X

CIDADE

Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020, 17h:20

Olho 549 acessos A | A

OUTUBRO ROSA

Ação no Hospital São Luiz estimula profissionais de saúde na prevenção ao câncer de mama

Por: Assessoria

Reprodução

Clique para ampliar

A ação no HSL foi emocionante para Luisa Kurtz, enfermeira do Núcleo Interno de Regulação (NIR) do hospital.

Em alusão à campanha Outubro Rosa para a prevenção ao câncer de mama, a equipe de humanização do Hospital São Luiz (HSL) promoveu uma ação diferente para os colaboradores da unidade voltada à conscientização da doença.

A equipe usou um lenço rosa na cabeça com o intuito de sensibilizar todos os profissionais de saúde e alertá-los sobre a importância do autoexame.

O HSL, unidade própria da Pró-Saúde em Cáceres (MT), integra as ações de prevenção ao câncer de mama nos hospitais gerenciados pela entidade filantrópica em todo o país.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres nas Américas, sendo a segunda principal causa de morte entre esse público. Estima-se que em 2030, haja um aumento de 46% no número de novos casos.

A ação no HSL foi emocionante para Luisa Kurtz, enfermeira do Núcleo Interno de Regulação (NIR) do hospital. A colaboradora havia perdido a mãe para a doença.

“Depois que minha mãe faleceu não tinha visto mais ninguém de lenço na cabeça, ver essa ação foi surpreendente”, diz.

A enfermeira destaca que o alerta deve ser feito aos profissionais da saúde. “Isso mostra que precisamos ter cuidado e lembrar o quanto a doença é agressiva”, ressalta.

A equipe de humanização do HSL ainda entregou um laço rosa para os profissionais de saúde, conhecido tradicionalmente por representar o mês de conscientização.

A humanização nas unidades gerenciadas pela Pró-Saúde é uma das diretrizes institucionais da entidade em todo o país.

A entidade é uma das maiores no segmento de gestão hospitalar no Brasil, com mais de 50 anos de atuação. Atualmente, a Pró-Saúde está presente em 24 cidades de 12 Estados brasileiros. Ao todo, mais de 1 milhão de pacientes são atendidos por mês.