PUBLICIDADE

X

CULTURA

Quarta-feira, 09 de Junho de 2021, 11h:11

Olho 524 acessos A | A

LEI ALDIR BLANC

Cáceres recebe quase de R$ 1 milhão em projetos culturais aprovados pela Lei Aldir Blanc via Secel-MT

Dos 570 projetos aprovados pela Secel-MT, 21 estão no município de Cáceres

Por: Redação

João Gabriel I Cáceres Noticias

Clique para ampliar

Dos 570 projetos aprovados pela Secel-MT, 21 estão no município de Cáceres

Muitos projetos em andamento, outros tantos concluídos, e a cadeia produtiva da cultura em plena atividade, apesar das dificuldades impostas pela pandemia. O mês de junho marca o primeiro semestre de execução dos 570 projetos contemplados pela Lei Aldir Blanc por meio dos editais da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer em 47 municípios de Mato Grosso.

Foram 1.879 inscrições em cinco editais de chamamento público. Dos 570 projetos aprovados pela Secel-MT, 21 estão no município de Cáceres (localizada a 217 km de Cuiabá), com população estimada em 94.861 habitantes.

“Democratizamos o acesso e 60% dos recursos foram para municípios do interior do estado. Os outros 40% ficaram para municípios da Baixada Cuiabana. Criamos nota social para segmentos nunca antes valorizados por outros editais: cidades com menos de 40 mil habitantes; portadores de necessidades especiais; nota social especifica para mulheres”, explica Beto Dois a Um, secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso.

Alberto Machado2.jpg

Para o município de Cáceres foi destinado o total de R$ 975.000 (novecentos e setenta e cinco mil reais), valor compartilhado entre os mais diversos projetos culturais, premiados em todos os cinco editais oferecidos pela Secel-MT.

“Foram R$ 29,35 milhões destinados à cadeia produtiva da cultura em todas as regiões de Mato Grosso. Trabalhamos a distribuição desses recursos de forma mais igualitária e democrática. Assim, 80% da população de todo o estado foi impactada de maneira direta e 100% de maneira indireta”, ressalta Beto Dois a Um, secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso.

De acordo com a Associação dos Produtores Culturais de Mato Grosso, a população atendida em todo o estado pelos editais da Secel-MT é de 2.576.711 pessoas. Mato Grosso tem hoje uma população estimada em 3.224 milhões de pessoas.

Com prazos de prestação de contas dos projetos aprovados estendidos para 31 de dezembro, até o fim de ano ainda veremos muitos lançamentos, eventos e manifestações culturais em evidência.

Aldir Blanc em Mato Grosso

A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso organizou a Lei Aldir Blanc em três diferentes incisos: Renda emergencial mensal aos trabalhadores da cultura; subsidio para manutenção de espaços culturais; editais que reacenderam a chama do setor das artes e reativaram cadeia produtiva da cultura.

“O setor das artes e da cultura foi um dos mais impactados pela pandemia. Ironicamente, esse mesmo setor nos ajudou a suportar as adversidades, o isolamento e os percalços dessa temporada tão severa. Sem a arte, sem a cultura, tudo seria bem mais complicado, tanto para o publico quanto para os próprios artistas que ficaram impossibilitados de trabalhar. A Lei Aldir Blanc foi realmente um divisor de águas”, comenta Beto Dois a Um, secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso. 

Com o Edital Conexão Mestres da Cultura, o Edital MT Nascentes, Edital Mostras e Festivais, Edital MT Criativo e Edital Conexão Cultura Jovem, a Lei Aldir Blanc chegou a todas as regiões de Mato Grosso.

Os projetos aprovados nos editais da Secel-MT em Cáceres são: Festival de Dança de Cáceres; Natalino Ferreira Mendes: um mestre da cultura mato-grossense; 3º Festival de Cinema de Cáceres "Olhares do Pantanal"; Marketing digital e branding para o segmento da música; IXPIA MATCH; QUINTAIS Quilombolas; Hemma Thoma; Reedição da obra Um Trecho do Oeste Brasileiro; Intense Life; O Mormaço Severino; Das margens do Rio Paraguai: vultos que ecoam de um Centro Histórico pantaneiro; Digitalizando; Mostra Curta Cáceres - Arte E Resistência; K.O – Diálogos Sobre Existências LGBTQI+; Vai Morrer, Porco!;  As danças urbanas no contexto cacerense; Letras Cacerenses; Dançando no fim do mundo; Luciene Carvalho: 25 anos de poesia; O Sabor - Um Patrimônio Local E Cultural; Utopias e resistência na poesia de Pedro Casaldáliga.