PUBLICIDADE

X

ESPORTE

Quarta-feira, 22 de Janeiro de 2020, 14h:48

Olho 1854 acessos A | A

ENXURRADA DE CRÍTICAS

Após atos de repúdio e corte de apoio, Operário de VG desiste da trazer goleiro Bruno

Por: Bruna Barbosa I RDNews

Reprodução

Clique para ampliar

Bruno Fernandes é condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, homicídio e ocultação de cadáver da ex-namorada Elizia Samudio, em 2010.

Poucas horas após anunciar que estava reavaliando a contratação do goleiro Bruno Fernandes, a diretoria do Operário Várzea-grandensse confirmou o recuo e desistência de trazer o jogador para terras mato-grossenses. O comunicado foi divulgado na tarde desta quarta (22).

Bruno Fernandes é condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, homicídio e ocultação de cadáver da ex-namorada Elizia Samudio, em 2010. Na noite de ontem (21) mulheres protestaram contra a eventual contratação pelo time, em frente ao Estádio Municipal de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá. 

Dois dos patrocinadores do Campeonato Mato-grossense de futebol, o banco Sicredi e loja de eltrodomésticos Martinello, determinaram que os uniformes não estampassem mais os nomes das empresas por conta da contratação de Bruno. 

Tanto o Sicredi como a Martinello ressaltaram que continuarão patrocinando o campeonato estadual, porém, parte do valor que é repassado para todo os times não contemplarão mais o Operário Várzea-grandense. 

O dinheiro do patrocínio é repassado à Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), que redistribui para os clubes ajudando no pagamento de transporte, alimentação e hospedagem do time durante os partidas.