PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Quarta-feira, 13 de Outubro de 2021, 09h:11

Olho 5397 acessos A | A

CONFUSÃO SEM LIMITES

Após jogar um copo de cerveja em policial e ser presa, jornalista vai usar tornozeleira e está proibida de frequentar bares

Por: Lislaine dos Anjos I Mídia News

Reprodução

Clique para ampliar

Ela passou por audiência de custódia na qual foi determinado que deverá usar tornozeleira eletrônica por 90 dias e pagar fiança de R$ 1,1 mil em duas parcelas.

Presa em flagrante após jogar um copo de cerveja na cara de um policial, a jornalista N.S., de 37 anos, foi liberada no final da tarde de terça-feira (12) no Fórum de Cuiabá.

Ela passou por audiência de custódia na qual foi determinado que deverá usar tornozeleira eletrônica por 90 dias e pagar fiança de R$ 1,1 mil em duas parcelas, sendo que a primeira recolhida no prazo de cinco dias.

A juíza plantonista Ana Graziela Vaz de Campos Alves Corrêa foi quem conduziu a sessão.

Ela ainda determinou que a mulher está proibida de frequentar bares e boates, devendo se recolher em casa das 22h às 6h, e terá que comparecer aos Alcoólicos Anônimos por seis meses.

Durante a audiência, N.S. admitiu “ter jogado um copo de água no rosto do policial”.

 

Citando a declaração dela, os depoimentos dos PMs e as imagens da ocorrência, que foram amplamente divulgadas nas redes sociais, a magistrada afirmou que “há prova da materialidade e indícios suficientes de autoria da suposta prática dos crimes de desacato e resistência”.

Na decisão pela não manutenção da prisão de N.S., a juíza ressaltou o comportamento desdenhoso da jornalista em relação ao Judiciário.

“A despeito dos antecedentes criminais da custodiada e de ficar demonstrado em audiência o menosprezo dela em relação ao Judiciário, não parecendo se importar com os processos que responde, sendo irônica e destratando a magistrada e o promotor de Justiça, há que se considerar que os crimes a ela atribuídos são punidos com detenção, estando, portanto sujeita ao cumprimento da pena em regime diverso do fechado”, afirmou.

(CLIQUE AQUI) e faça parte do nosso Instagram curta, siga e receba as últimas do .

(CLIQUE AQUI) e faça parte no nosso grupo do WhatsApp e receba como últimas do .

 

Confusão em bar

 

O caso ocorreu na madrugada de terça-feira (22), no Bar Cerveja de Garrafa, na Praça Popular, em Cuiabá.

De acordo com o boletim de ocorrência, os militares realizavam o policiamento no local quando a mulher, que estava bebendo, jogou uma garrafa de cerveja contra a viatura. 

Os policiais desceram do carro para conversar com ela que, por sua vez, começou a desacatar os militares dizendo: “Seus policiais de merda. Meu pai é policial federal e vocês vão ver”.

Em seguida, segundo o boletim de ocorrência, a suspeita jogou um copo de cerveja na cara de um dos PMs. Toda a cena foi filmada por populares.

Os militares deram voz de prisão a mulher, que resistiu e começou a chutar um dos policiais. Um deles acabou caindo no chão.

Os PMs afirmaram no B.O que com "muito custo" conseguiram imobilizar a suspeita, que foi encaminhada para a Central de Flagrantes.