PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Quarta-feira, 24 de Novembro de 2021, 16h:11

Olho 1430 acessos A | A

DE VOLTA AO HABITAT

Capturado dentro de restaurante de Mirassol D"Oeste, tamanduá-bandeira é devolvido à natureza pela Polícia Ambiental

Por: Joner Campos I Cáceres Notícias

joner.campos@caceresnoticias.com.br

Reprodução I PMA

Clique para ampliar

Como o bicho não apresentava ferimentos, a equipe policial providenciou a soltura do tamanduá-bandeira na mata, também em Mirassol D’Oeste.

Um tamanduá-bandeira foi devolvido à natura nesta quarta-feira (24) pela 1ª Companhia Independente de Polícia Militar de Proteção Ambiental de Cáceres. O animal foi capturado dentro de um restaurante no município de Mirassol D’Oeste.
De acordo com os moradores o animal chegou a passear pela praça central do município e por outras ruas, até adentrar ao restaurante onde ficou até a chegada dos policiais ambientais.
Como o bicho não apresentava ferimentos, a equipe policial providenciou a soltura do tamanduá-bandeira na mata, também em Mirassol D’Oeste.
Os policiais da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar de Proteção Ambiental confeccionaram os termos de resgate e de recebimento de Animais Silvestres, além do boletim de ocorrência.

e183874f-2db2-4422-97db-52991172beba.jpg


Ainda segundo a polícia, o tamanduá-bandeira pode atingir 2,4 metros de comprimento, da ponta do focinho à ponta da cauda. Possui pelagem marrom-acinzentada, as patas dianteiras são brancas, seu peito e dorso são marcados por listras pretas e sua cauda é volumosa.
Os tamanduás-bandeira podem ser encontrados em toda a América do Sul e Central, embora sua população tenha diminuído consideravelmente na América Central. Para prosperarem, eles precisam se movimentar por grandes áreas com florestas.
Segundo o Decreto nº 63.853/18, em seu anexo I, o tamanduá-bandeira está ameaçado de extinção na situação de vulnerável, ou seja, espécie que apresenta alto risco de extinção a médio prazo.

As capturas dos animais são feitas pela 1ª Companhia Independente de Polícia Militar de Proteção Ambiental, que devem serem acionados pelo telefone (65) 3223-3542.

GALERIA DE FOTOS