PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Sexta-feira, 14 de Fevereiro de 2020, 09h:25

Olho 2530 acessos A | A

FRONTEIRA DO TRÁFICO

Cocaína avaliada em mais de meio milhão de reais é apreendida pela Gefron e Defron

Por: Joner Campos I Cáceres Notícias

Divulgação I GEFRON

Clique para ampliar

123 kg de substância análoga de pasta base de cocaína em uma fazenda nas proximidades do município de Vila Bela da Santíssima Trindade

Uma pessoa foi presa em operação do Grupamento Especial de Fronteira (GEFRON) e da Delegacia de Fronteira (DEFRON) que apreendeu 123 kg de substância análoga de pasta base de cocaína em uma fazenda nas proximidades do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (520 km de Cuiabá), na noite de ontem quinta-feira (13).

A Polícia monitorava uma organização criminosa que transportava entorpecentes da Bolívia para o Brasil com auxílio de motocicletas.

Em monitoramento das vias de acessos a fronteira os policiais conseguiram localizar uma motocicleta Honda Bros de cor azul, conduzido por um suspeito de 30 anos, ao checar o condutor foi constato que o mesmo possui diversas passagens pelos art. 33 e art. 35 da Lei de Drogas, sendo que uma das passagens ele foi preso no ano passado e foi posto em liberdade em pouco mais de 3 meses e retornou a mesma prática criminal em que foi preso.

Após a constatação da rota do suspeito, o mesmo disse que acabara de deixar uma quantia de entorpecente no local.

Na localidade na área rural, nas margens da Serra Ricardo Franco do município de Vila Bela da Santíssima Trindade onde foi localizado os 4 fardos contendo 121 tabletes de substância análoga de pasta base de cocaína.

Ainda no trajeto do local uma motocicleta foi abandonada a beira da estrada ao avistar a guarnição, sendo uma Honda Titan, porém não foi encontrado o condutor.

O homem preso confirmou que veio trazendo o entorpecente com outras 4 motocicletas e deixaram os 121 tabletes de substância análoga de pasta base de cocaína para o posterior carregamento para os grandes centros do Brasil.

O suspeito e o entorpecente foram conduzidos até a Delegacia de Fronteira (DEFRON) de Cáceres.