PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Quinta-feira, 02 de Dezembro de 2021, 17h:49

Olho 2093 acessos A | A

EM PONTES E LACERDA

Ex-prefeito de Pontes e Lacerda e esposa são sequestrados e Amarok da ALMT levada durante assalto

ois bandidos invadiram a residência do casal e levaram os dois, junto com uma caminhonete que pertence ao gabinete do deputado estadual Valmir Moretto (Republicanos).

Por: Wesley Santiago/Max Aguiar I OD

Reprodução

Clique para ampliar

ois bandidos invadiram a residência do casal e levaram os dois, junto com uma caminhonete que pertence ao gabinete do deputado estadual Valmir Moretto (Republicanos).

O ex-prefeito de Pontes e Lacerda Hilário Garbim e sua esposa foram sequestrados, na madrugada desta quinta-feira (02), na cidade de Pontes e Lacerda (443 quilômetros de Cuiabá). Dois bandidos invadiram a residência do casal e levaram os dois, junto com uma caminhonete que pertence ao gabinete do deputado estadual Valmir Moretto (Republicanos), do qual o homem é assessor.
Quem acionou a Polícia Militar foi o filho do casal, que chegou em casa pouco depois das 02h da manhã e não encontrou seus pais e nem a caminhonete. A porta da frente e do quarto estava aberta e o celular deles dentro da residência.
A Polícia Militar fez rondas e encontrou o casal em um posto. O ex-prefeito contou que estava dormindo, quando ouviu os cachorros latindo. Ao sair do quarto, se deparou com os dois bandidos, que estavam de capacete. Eles então disseram que apenas queriam levar a caminhonete.
O ex-prefeito e sua esposa foram amarrados, colocados dentro do veículo e levados até um local chamado de Terminal Turístico. Dois bandidos ficaram com o casal, que permaneceu no meio do matagal por duas horas. Enquanto isso, outro membro do grupo saiu com a caminhonete.
Depois de duas horas, os bandidos disseram para as vítimas esperaram mais meia hora, para poder se desamarrar e sair do local. Ambos passam bem.
Em nota, o deputado Valmir Moretto confirmou o fato e disse que o carro oficial estava em posse do seu assessor. As autoridades competentes foram imediatamente comunicadas sobre o crime.
Valmir Moretto ressalta que acredita na eficiência das forças de segurança da faixa de fronteira e espera a resolução deste crime.