PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2021, 15h:43

Olho 1905 acessos A | A

ATROCIDADE

Homem que mantinha relacionamento com adolescente de 12 anos é preso por estupro de vulnerável

A Polícia Civil também vai investigar o abuso sexual cometido contra a própria filha

Por: Redação

Reprodução

Clique para ampliar

A Polícia Civil também vai investigar o abuso sexual cometido contra a própria filha

A Polícia Civil do Estado de Mato Grosso, através da Delegacia de Polícia de Vila Bela da Santíssima Trindade, realizou na tarde de sexta-feira (19/02/2021) a prisão de um indivíduo suspeito de ter cometido o crime de estupro de vulnerável.

As investigações começaram após informações repassadas por meio do aplicativo whatsapp vinculado ao número de celular do plantão da Delegacia.

A denúncia dava conta de que o suspeito estava mantendo um relacionamento amoroso com uma menor (12 anos). As partes envolvidas foram identificadas, o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso e a responsável legal da menor foi ouvida.

Logrou-se êxito em capturar fotos e postagens nas redes sociais que confirmaram o relacionamento amoroso entre o suspeito e a menor.

As equipes de investigação também localizaram mais uma ocorrência relacionada com estupro de vulnerável em que o suspeito estaria implicado, e, dessa vez, a vítima era a sua própria filha, que poderia estar grávida em razão dos abusos sexuais praticados pelo suspeito.

Com base no conjunto de elementos de informação coletados e a necessidade de concretizar mais elementos de prova sobre os fatos, a Autoridade Policial representou pela prisão temporária do suspeito, a qual foi analisada e deferida pelo Poder Judiciário.

De posse da ordem de prisão, os policiais empreenderam diligências e conseguiram localizar o suspeito na sexta-feira (19/02/2021).

Após ser preso, o suspeito foi interrogado, oportunidade na qual confessou o relacionamento amoroso com a menor e também o fato de ter mantido relações sexuais com a própria filha.

Ele foi encaminhado para a Cadeia Pública de Vila Bela da Santíssima Trindade e as investigações seguem para a conclusão.


Leia mais sobre este assunto