PUBLICIDADE

X

POLÍCIA

Quinta-feira, 21 de Maio de 2020, 17h:55

Olho 845 acessos A | A

GUERRA CONTRA O TRÁFICO

Operação integrada prende quatro e criminosos tem prejuízo de R$ 5 milhões

Na ação participaram as forças de segurança do Gefron, Polícia Federal, Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) e Força Aérea Brasileira

Por: Luariany Bispo | Sesp/MT

Força policial/ Sesp-MT

Clique para ampliar

Na ação participaram as forças de segurança do Gefron, Polícia Federal, Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) e Força Aérea Brasileira

Durante a operação integrada Hórus Vigia, efetuada entre as forças de segurança pública estaduais e federais, quatro pessoas foram presas nos dias 17 e 18 de maio, sendo dois deles com mandado de prisão em aberto pelo crime de estupro e homicídio. O fato ocorreu nas cidades de Apuí e Coari, ambas no Amazonas, resultando ao crime mais de R$ 5,8 milhões de prejuízo.

A ação contou com a participação do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron - MT), Polícia Federal (PF), Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) e Força Aérea Brasileira (FAB). O objetivo foi de combater o crime de tráfico internacional de drogas com a utilização de aeronaves, prisão por mandado, ocorrências por natureza diversas, associação para o tráfico de drogas e porte ou posse ilegal de arma de fogo de uso restrito ou proibido.

De acordo com as informações do Gefron, que participou da ação no estado vizinho, foram apreendidos uma aeronave modelo Beechcraft, 14 tambores de AVGAS ou gasolina de aviação, diversos equipamentos de comunicação e navegação, uma Toyota Hilux de cor branca, uma pistola com munições e R$ 12,7 mil em moeda nacional.  Na ocasião, dois suspeitos foram presos, sendo um deles com mandado de prisão em aberto pelo crime de estupro.

No dia 18 de maio, a operação ocorreu na cidade de Coari e que resultou na interceptação de uma aeronave de modelo Piper Seneca por meio da aeronave A-29 Super Tucano da FAB, onde os policiais acompanharam o pouso forçado no aeroporto de Porto Urucu da cidade.

Após o pouso da aeronave, o piloto e copiloto foram presos em flagrante, sendo que um deles tinha mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio. Ainda no local, os policiais também apreenderam 418 quilos de substância análoga à pasta base de cocaína.